30% das startups fecham por falta de acesso às ferramentas

Entre os principais motivos estão a dificuldade de acesso a capital, obstáculos do mercado e divergência entre os sócios

30% das startups fecham por falta de acesso às ferramentas 30% das startups fecham por falta de acesso às ferramentas

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae, em parceria com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, apontou que três em cada dez empresas novas da área de tecnologia fecham as portas. De acordo com o estudo, um dos motivos é a burocracia.

O levantamento também que no setor de tecnologia as principais dificuldades são acesso a capital (40%), obstáculos para entrar no mercado (21%) e divergência entre os sócios (12%).

Entre as maiores reclamações dos empreendedores, estão as áreas que as aceleradoras buscam trabalhar para incentivar o desenvolvimento das empresas nascentes. Com mentorias especializadas e acesso a um capital inicial, as startups saem dessas instituições mais preparadas e com menos chances de fechar.  De acordo com o estudo, o índice de empresas nascentes que não foram para frente após aceleradas é de 15%, a metade do que as que não passaram por nenhum programa de apoio.

Segundo o  CEO da da aceleradora Darwin Starter, Marcos Mueller, esse apoio no início da jornada traz uma vantagem inestimável: networking. “Dentro do Darwin, aproximamos startups de empresas já consolidadas. Portanto, além dos contatos com uma rede empreendedora, mentores e consultores, os empreendedores também se aproximam de quem conhece o seu nicho de atuação e pode falar com propriedade o caminho mais indicado para seguir”.

Dúvidas Jurídicas sobre a sua Startup? Conheça nosso PLANO STARTUP com assessoria jurídica especializada em Startups e Empresas de Tecnologia, contando com advogados especialistas em Startups. Não deixe de acompanhar nossos vídeos no CANAL SL, nossa página no FACEBOOK e assinar nossa NEWSLETTER.

Fonte: StartSe. Foto: Divulgação.