Escritório de advocacia lança sua AI focada em fintechs no maior evento do setor na América Latina Escritório de advocacia lança sua AI focada em fintechs no maior evento do setor na América Latina

Escritório de advocacia lança sua AI focada em fintechs no maior evento do setor na América Latina

O Silva | Lopes Advogados é uma das referências nacionais no atendimento de empresas de tecnologia

Depois de conquistar o mercado de startups, o caminho natural de crescimento para Silva | Lopes Advogados foi se consolidar também com o ecossistema de fintechs, que ganha cada vez mais espaço não só no Brasil, mas como no mundo todo.

Fortalecendo sua atuação, o escritório de advocacia vai lançar sua inteligência artificial (AI, na sigla em inglês) focada em fintechs no maior evento do setor na América Latina: o Fintech Conference. O evento, organizado pela StartSe, acontece no dia 22 de maio em São Paulo.

O Silva | Lopes Advogados, que tem sua sede em Porto Alegre e uma unidade na capital paulista, conta com mais de 50 fintechs em seu portfólio e atua com matérias relacionadas com o Banco Central do Brasil (BACEN), como por exemplo: sociedade de empréstimo entre pessoas (SEP), sociedade de crédito direto (SCD), correspondentes bancários, instituições de pagamento, instituidores de arranjos de pagamento e bancos digitais.

Com uma base de clientes 100 % do setor de tecnologia e inovação, o escritório também atua com matérias reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), como corretoras digitais, gestoras e escritórios de agentes autônomos de investimento, além de clientes no mercado de crowdfunding, criptomoedas e desenvolvimentos de softwares para mercado financeiro.

Novidade – O Silva | Lopes Advogados vem solidificando o seu posicionamento de também ser um agente desenvolver de tecnologia e não, apenas, um mero escritório de advocacia. Com esse objetivo, o Silva | Lopes Advogados vai lançar sua AI focada no cumprimento de regras do BACEN durante o Fintech Conference.

O robô Toddy, desenvolvido originalmente pelo escritório para auxiliar em demandas de registro de marcas, agora aprendeu sobre regulamentações para fintechs. De acordo com o fundador e CEO do Silva | Lopes Advogados, Layon Lopes, também foi desenvolvida a função para o Toddy analisar o modelo de negócio de fintechs e identificar quais as normativas que devem ser cumpridas no mundo de mais de 40 mil resoluções, portarias e circulares do BACEN. “O projeto surgiu em meu mestrado, onde tinha o objetivo de utilizar o Toddy para potencializar a análise dos modelos de negócios de fintechs, fazendo um filtro inicial de normativas que nossos advogados precisam analisar. Hoje, um advogado comum gasta cerca de 40 a 50 horas para encontrar todas as normativas que uma fintech tem que cumprir, com o Toddy conseguimos reduzir isso para cerca de dois minutos”, conta Lopes.

Atualmente, o Toddy possui a capacidade e entender fintechs ligadas à crédito, identificando se elas são SEP, SCD, financeiras ou atuam como correspondentes bancárias. Futuramente, a função será ampliada para outros tipos de fintechs e com envolvimento com normativas da CVM.

Recentemente, o escritório também lançou seu próprio sistema de gestão de demanda. A postura de desenvolver de tecnologia faz com que o escritório se destaque não somente pelo atendimento de qualidade, mas também por compreender na prática os desafios cotidianos deste setor.

Fintech Conference – A edição deste ano do evento acontece na quarta-feira, dia 22, no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo. A programação iniciará às 9h. O Silva | Lopes é um dos patrocinadores do Fintech Conference.

Além de lançar sua AI, o escritório contará com um estande no evento. A equipe do Silva | Lopes estará presente para esclarecer dúvidas e repassar informações sobre o setor jurídico e regulamentação do mercado brasileiro de fintechs para os participantes do Fintech Conference.

Neste ano o evento vai abordar temas como “desburocratização do sistema financeiro”, “celeiro de unicórnios”, “bancos do futuro”, “como as principais fintechs vão reinventar o sistema financeiro em 2019”, entre outros.