uMov.me: Construção de aplicativos móveis corporativos, sem programação

A startup tem o papel de colaborar na transformação digital de outras empresas

Resiliência e persistência. Estas características estão bem marcadas na trajetória da uMov.me, plataforma de negócios móveis, focada em soluções de mobilidade para a automação de processos e gestão de atividades. Lançada em 2011, hoje a startup conta com 300 parceiros de diferentes portes e setores e cerca de 240 mil usuários.

Após experiências nos setores de tecnologia e empreendedorismo, Alexandre Trevisan criou a Trevisan Tecnologia, onde os primeiros projetos em mobilidade foram desenvolvidos. “O número de empresas que queriam buscar eficiência e produtividade através desse tipo de solução foi crescendo, isso acabou tomando corpo dentro da companhia”, lembra o CEO da uMov.me. Esse cenário, aliado à percepção de que o modelo de programação deveria ser repensado, fez com que a empresa projetasse o que é a uMov.me é atualmente: uma plataforma na nuvem, para construção de aplicativos móveis corporativos, sem programação.

Para o executivo, a proposta da startup está diretamente ligada à uma necessidade presente no cotidiano das pessoas e de empresas. “A solução tem que ser muito fácil de ser implementada e muito fácil de ser ajustada à medida que o mundo muda, que a necessidade muda e que a realidade do negócio muda”, comenta.

Outro fator importante apontado por Trevisan, não apenas na história da uMov.me, mas também para quem pensa em empreender, é alinhar a inovação com o momento do mercado.

Recentemente, a startup lançou a uMov.me Arena, cujo o objetivo é gerar trocas de experiências ao ecossistema empreendedor, englobando entidades, empresas, consultorias, aceleradoras, governo e universidades, entre outros agentes da comunidade empreendedora.

SL DOCS– Com episódios disponibilizados mensalmente, a série SL DOCS, do Silva | Lopes Advogados, mostra startups de destaque nacional e internacional e exalta o quão rico é o ecossistema.