Home » Blog » Alunos apresentam melhora no rendimento escolar após uso do Reforça App

Alunos apresentam melhora no rendimento escolar após uso do Reforça App

Em apenas um mês de utilização do app, instituição pública de ensino do Rio de Janeiro tem mais da metade dos alunos com melhora no desempenho escolar

Alunos apresentam melhora no rendimento escolar após uso do Reforça App Alunos apresentam melhora no rendimento escolar após uso do Reforça App

Continuar, intensificar e melhorar a jornada de estudos de matérias como Geografia, Ciências, História, Matemática e Português, por meio de um app de reforço escolar, foi o desafio lançado pela direção junto aos alunos da Escola Municipal do Rio de Janeiro Francis Hime. Após um mês de uso da plataforma Reforça App, 52% dos estudantes da escola aumentaram suas notas. 

O app foi desenvolvido pela ProUser Apps, startup de tecnologia focada no desenvolvimento, produção de conteúdo e distribuição de aplicativos. De acordo com a instituição de ensino, 38% dos estudantes que usaram o app tiveram melhora em até cinco matérias, 19% em até três matérias e 11% em mais disciplinas. Geografia, Ciências, Inglês, História e Matemática estão respectivamente no ranking de melhoria em notas. Em algumas matérias, a média de aumento nas notas escolares foi de 47%. 

Segundo a coordenadora pedagógica da escola, Andreza Aleluia, a iniciativa mostra a importância do uso da tecnologia como chave no processo formativo e um apoio fundamental dentro do processo de aprendizagem para estudantes que apresentam dificuldades em determinadas matérias. “Estamos possibilitando aos nossos alunos um olhar mais profundo e integral da aprendizagem, desenvolvendo habilidades que estão muito além do currículo escolar comum”, analisa.

Parceria com a TIM – O projeto na Escola Municipal Francis Hime foi realizado em conjunto com a TIM, que doou os smartphones para acesso ao Reforça App no colégio. A operadora é parceira da ProUser desde o lançamento do aplicativo, em outubro do ano passado, e seus clientes pagam um preço especial para utilizar a ferramenta: R$19,90 por mês para a versão que acessa todo o conteúdo e o chat e R$15,90 por mês para a versão que acessa apenas o conteúdo. 

Além disso, não há necessidade de um cartão de crédito para contratação. O valor é cobrado na fatura pós-paga ou descontado dos créditos de usuários de planos pré-pagos. Para clientes das demais operadoras, a assinatura custa R$29,90 e R$19,90, respectivamente, com download gratuito nas lojas de aplicativos.

Foto: Divulgação.