Após encerramento de serviços de hospedagem, Parler processa Amazon

Rede social popularizou-se entre os apoiadores do presidente norte-americano, Donald Trump

Após encerramento de serviços de hospedagem, Parler processa Amazon Após encerramento de serviços de hospedagem, Parler processa Amazon

Com o encerramento abrupto dos serviços de hospedagem de seus dados, a Parler está processando a Amazon.com. De acordo com a gigante de tecnologia, os esforços da plataforma de mídia social contra conteúdos violentos não foram suficientes. Com a interrupção, as operações da Parler foram paralisadas.

A alegação da rede social é de que a Amazon Web Services encerrou seus servidores por motivação política e anticoncorrencial. Criada há três anos, a Parler se popularizou entre os apoiadores do presidente norte-americano, Donald Trump.

A medida da Amazon é um retrato dos esforços das grandes empresas de tecnologia em limitar conteúdos que consideram perigosos desde o ataque de apoiadores de Trump ao Capitólio, no dia 6 deste mês.

Na sexta-feira, dia 8, Apple e Google retiraram o Parler de suas respectivas lojas de aplicativos. Já o Twitter suspendeu, no mesmo dia, a conta de Trump por tempo indeterminado, assim como o Facebook já havia feito.

Fonte: Dow Jones. Foto: Oliver Douliery/ AFP.

PODCAST

Formação de time e cultura [com Juliano Murlick (Triider), Pedro Flach (ThoughtWorks) e Lilian Natal (Distrito)]