Home » Blog » Em dois anos, Pix se consolida como meio de pagamento mais usado

Em dois anos, Pix se consolida como meio de pagamento mais usado

Transações via sistema de pagamento instantâneo continuam em ascensão

Em dois anos, Pix se consolida como meio de pagamento mais usado Em dois anos, Pix se consolida como meio de pagamento mais usado

Disponibilizado em 16 de novembro de 2020, o Pix se consolidou como o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros. Parte do sucesso do sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central (Bacen) é devido a conveniência e facilidades para os clientes em suas transações financeiras do dia a dia. 

Segundo levantamento realizado pela Febraban, desde que entrou em operação até o final de setembro deste ano foram registradas 26 bilhões de transações via Pix. Os valores transacionados atingiram a marca de R$ 12,9 trilhões. A pesquisa usou como base números do Bacen.

Desde 2021, o Pix já ultrapassou as transações feitas com DOC (Documento de Crédito),  TED (Transferência Eletrônica Disponível) e boletos.  Já em relação aos cartões, o Pix ultrapassou as operações de débito em janeiro deste ano, e no mês de fevereiro foi a vez de passar na frente das transações com cartões de crédito, quando se tornou o meio de pagamento mais utilizado no Brasil.

O estudo mostrou ainda que já foram cadastradas 523,2 milhões de chaves no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais do Banco Central. As chaves aleatórias somam 213,9 milhões, seguida das chaves por CPF (114,2 milhões), celular (108,3 milhões), e-mail (77,5 milhões). Até outubro, 141,4 milhões de brasileiros já tinham usado o Pix em seus pagamentos.

Fonte: Febraban. Foto: Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil.