Home » Blog » Justiça argentina manda suspender serviço de entregas por aplicativo em Buenos Aires

Justiça argentina manda suspender serviço de entregas por aplicativo em Buenos Aires

A Justiça acatou um pedido da defensoria pública argentina, que havia sido procurada por sindicatos

Justiça argentina manda suspender serviço de entregas por aplicativo em Buenos Aires Justiça argentina manda suspender serviço de entregas por aplicativo em Buenos Aires

Aplicativos de entregas, como Rappi e Glovo, não poderão operar em Buenos Aires. A Justiça da Argentina deu uma ordem, na terça-feira, dia 9, para que o governo da Capital proibisse imediatamente o funcionamento do serviço.

A determinação é válida enquanto não houver previsão legal no código de trânsito de como essas companhias devem operar. Para que as empresas possam funcionar devem preencher uma lista de requisitos considerados fundamentais para a Justiça, como: os trabalhadores não poderão voltar às ruas até que se garanta que todos circularão com capacetes; a mochila deve estar fixada à moto ou bicicleta; deve haver sinalização luminosa nos veículos e os mesmos devem ter um plano de seguro para acidentes.

O juiz que a assinou a decisão, Andrés Gallardo, ordenou também que o Ministério do Desenvolvimento Humano apresente um plano de emergência econômica e social com o objetivo para compensar a falta de renda dos entregadores até que a situação seja resolvida.

De  acordo com publicação do jornal “La Nación”, a Rappi afirmou que vai recorrer da decisão.

Dúvidas Jurídicas sobre a sua Startup? Conheça nosso PLANO STARTUP com assessoria jurídica especializada em Startups e Empresas de Tecnologia, contando com advogados especialistas em Startups. Não deixe de acompanhar nossos vídeos no CANAL SL, nossa página no FACEBOOK e assinar nossa NEWSLETTER.

Fonte: G1. Foto: Divulgação.