Home » Blog » Colômbia testa drones para destruição de plantações de cocaína

Colômbia testa drones para destruição de plantações de cocaína

O presidente Iván Duque autorizou o uso dos drones a fim de limitar danos a plantações vizinhas e à saúde dos agricultores

Colômbia testa drones para destruição de plantações de cocaína Colômbia testa drones para destruição de plantações de cocaína

Agentes de departamentos anti-entorpecentes da Colômbia estão testando o uso de drones na entrega de herbicidas que acabem com as plantações de coca. De acordo com as autoridades locais, o veneno em questão se chama “glifosato” e é comumente empregado para exterminar pragas.

Em entrevista ao Wall Street Journal, o governo colombiano disse que, ao assumir a posição presidencial, o novo chefe de estado colombiano, o presidente Iván Duque, autorizou o uso dos drones a fim de limitar danos a plantações vizinhas e à saúde dos agricultores.

O ex-presidente Juan Manuel Santos havia suspendido o uso de aviões monomotores na dispersão do herbicida. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o glifosato possui propriedades cancerígenas.

O número de plantações de coca cresceu consideravelmente nos últimos seis anos. Em 2012, quando a suspensão dos aviões monomotores entrou em vigor, havia cerca de 193 mil plantações. Atualmente, esse número aumentou para 516 mil.

Dúvidas Jurídicas sobre a sua Startup? Conheça nosso PLANO STARTUP com assessoria jurídica especializada em Startups e Empresas de Tecnologia, contando com advogados especialistas em Startups. Não deixe de acompanhar nossos vídeos no CANAL SL, nossa página no FACEBOOK e assinar nossa NEWSLETTER.

Fonte: Canal Tech. Foto: Divulgação.