Home » Blog » França cria taxa de entrega sobre vendas online de livros

França cria taxa de entrega sobre vendas online de livros

Medida visa ajudar lojas contra Amazon

França cria taxa de entrega sobre vendas online de livros França cria taxa de entrega sobre vendas online de livros

A França planeja implantar uma taxa mínima de entrega de 3 euros para encomendas online de livros cujo preço seja menor que 35 euros. A iniciativa visa nivelar a concorrência de livrarias independentes contra gigantes do comércio eletrônico.

O país conta com uma lei de 2014 que proíbe entregas gratuitas de livros. Entretanto, a Amazon e outras grandes vendedoras, como Fnac, contornaram isso cobrando 1 centavo por entrega. As livrarias locais normalmente cobram até 7 euros pelo envio de um livro.

A lei foi aprovada em dezembro de 2021 para fechar a brecha de um centavo por meio de uma taxa mínima de envio, porém, a lei não poderá entrar em vigor até que o governo decida o tamanho dessa taxa. O governo francês notificará a Comissão Europeia de seu plano e a taxa mínima de entrega entrará em vigor seis meses após a aprovação da União Europeia.

Para a associação francesa de livrarias SLF, a taxa de três euros é insuficiente, pois significa que as livrarias ainda venderão com prejuízo ao enviar livros aos clientes. A entidade apelou ao governo para reduzir as taxas dos correios franceses para o envio de livros pelas livrarias.

Fonte: Reuters. Foto: Divulgação.

PODCAST

Inovação no mercado jurídico: saiba o que mudou com a tecnologia