Home » Blog » Meta aceita ordem do Reino Unido para vender Giphy

Meta aceita ordem do Reino Unido para vender Giphy

Decisão foi a primeira vez que um regulador forçou uma gigante de tecnologia a vender uma empresa já adquirida

Meta aceita ordem do Reino Unido para vender Giphy Meta aceita ordem do Reino Unido para vender Giphy

O regulador de concorrência do Reino Unido mandou a  Meta vender a plataforma de imagens animadas Giphy. A decisão aconteceu após um tribunal afirmar que a compra pode prejudicar rivais e remover um potencial concorrente em publicidade.

Nesta semana, a Meta comunicou que aceita o pedido da Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) para desfazer o acordo de 2020. “Estamos desapontados com a decisão da CMA, mas aceitamos a decisão de hoje como a palavra final sobre o assunto”, disse um porta-voz da Meta em comunicado. “Trabalharemos em estreita colaboração com a CMA no desinvestimento do Giphy.”

Esta foi a primeira vez que um regulador forçou uma gigante de tecnologia a vender uma empresa já adquirida e sinalizou uma nova determinação de examinar negócios digitais. O órgão observou que os usuários do Reino Unido procuram 1 bilhão de GIFs por mês no Giphy, e 73% do tempo que passam nas mídias sociais está no Facebook, Instagram e WhatsApp, da Meta.

A empresa recorreu da decisão, mas um tribunal manteve a decisão da CMA em cinco dos seis motivos em junho.

Fonte: Reuters. Foto: Divulgação.