Home » Blog » Roubos de criptomoedas aumentam expressivamente e geram mais lavagens de dinheiro

Roubos de criptomoedas aumentam expressivamente e geram mais lavagens de dinheiro

Primeiro semestre de 2018, o número de roubos triplicou

Roubos de criptomoedas aumentam expressivamente e geram mais lavagens de dinheiro Roubos de criptomoedas aumentam expressivamente e geram mais lavagens de dinheiro

De acordo com o relatório trimestral inicial da CipherTrace, o primeiro semestre deste ano registrou o roubo de mais de US$ 760 milhões em criptomoedas das bolsas. O número é quase três maior do que em todo o ano de 2017. A CipherTrace atua na área de segurança em blockchain, com sede em Menlo Park, na Califórnia, que trabalha com mais de 40 empresas e governos para monitorar transações de criptomoedas.

Há grande disponibilidade de serviços que limpam dinheiro sujo. Segundo o CEO da CipherTrace, David Jevans, esta expansão do mercado criou toda uma nova geração de cibercriminosos que não existia há 15 meses.  “Há tantas criptomoedas atualmente, e elas valem tanto dinheiro, e há tantas bolsas no mundo onde se pode fazer saques que temos visto não apenas gangues cibernéticas tradicionais, mas também a entrada de um novo conjunto de criminosos neste espaço”, disse.

Existem mais de 1.600 criptomoedas e é cada vez mais difícil monitorar todas — o que abre uma brecha para os criminosos. Atualmente, o valor de mercado das cem maiores criptomoedas é de cerca de US$ 270 bilhões, segundo o CoinMarketCap.com.

Os órgãos reguladores afirmam que muitas bolsas e startups que estão emitindo novas moedas ainda não se esforçam o suficiente para checar as identidades dos clientes e verificar se os usuários não estão lavando recursos roubados. Em contrapartida, muitas bolsas têm vulnerabilidades de segurança. E as criptomoedas, uma vez roubadas, muitas vezes não podem ser devolvidas, e nem rastreadas para identificar os ladrões.

Dúvidas Jurídicas sobre a sua Startup? Conheça nosso PLANO STARTUP com assessoria jurídica especializada em Startups e Empresas de Tecnologia, contando com advogados especialistas em Startups. Não deixe de acompanhar nossos vídeos no CANAL SL, nossa página no FACEBOOK e assinar nossa NEWSLETTER.

Fonte: Bloomberg. Foto: Divulgação.