Home » Blog » UBER passa a investir em patinetes elétricos

UBER passa a investir em patinetes elétricos

Meio de locomoção está em alta no Hemisfério Norte

UBER passa a investir em patinetes elétricos UBER passa a investir em patinetes elétricos

A UBER anunciou nesta semana que passou a investir em patinetes elétricos. A iniciativa se dá devido a uma estratégia da empresa de se tornar referência em transporte, não importa de qual modelo.

Como parte de uma rodada de capitalização que avalia seu valor em US$ 1,1 bilhão, a Lime anunciou que receberia um investimento “considerável” da Uber e que formaria uma parceria com ela. A Uber informou que as patinetes da Lime seriam oferecidas como opção de transporte em seu aplicativo para aparelhos móveis, e que seu logotipo seria exibido em alguns dos patinetes. Nem a Uber nem a Lime revelaram o valor exato do investimento da Uber.

A UBER quer se tornar um polo nos transportes. Em abril, ela anunciou um programa piloto que permitiria que usuários da Uber alugassem carros do serviço de reservas de carros Getaround, usando seu aplicativo, e uma parceria a ser implementada com o Masabi, um serviço de compra de passagens, que permitiria que as pessoas adquirissem passagens para serviços de transporte público.

Depois que a Uber adquiriu a Jump, serviço de bicicletas, em abril, o serviço rival Lyft anunciou que também entraria no segmento de bicicletas compartilhadas. Na semana passada, a Lyft anunciou a aquisição da Motivate, que controla o aplicativo CitiBike e programas semelhantes em diversas cidades americanas.

Os patinetes elétricos estão em alta em São Francisco, nos Estados Unidos, por exemplo, e em boa parte da Europa. Empresas como a Lime e a Bird, uma startup que fabrica essas patinetes, permitem que clientes aluguem por minuto, apanhando e deixando os veículos nas calçadas da cidade.

Dúvidas Jurídicas sobre a sua Startup? Conheça nosso PLANO STARTUP com assessoria jurídica especializada em Startups e Empresas de Tecnologia, contando com advogados especialistas em Startups. Não deixe de acompanhar nossos vídeos no CANAL SL, nossa página no FACEBOOK e assinar nossa NEWSLETTER.

Fonte: The New York Times. Foto: AFP.